Advogado Imobiliario on line

Home » Atuação » Advogado Imobiliario on line

Advogado Imobiliario on line – Advogados especialistas em Direito Imobiliário,  Imóveis, Condomínio, Atraso na Obra, Cobrança indevida de Juros, INCC.

 

Como advogados especialistas em Direito Imobiliário, atuamos na Capital e em Osasco e região defendendo nossos clientes dos abusos ocasionados pelas Incorporadoras e Construtoras. Pleiteamos a devolução de taxa SATI, Cobrança indevida da Taxa de Corretagem, Cobrança indevida de Juros e INCC, pedidos de indenização por danos materiais, morais em razão do atraso na obra, atraso na entrega das chaves, atraso na obtenção de financiamento, defeitos nos imóveis, regularização de imóveis, documentação, Usucapião, etc.

 

Para saber mais entre em contato:

Escritório: Morumbi – SP
(11) 4304-5536 / 97322-5056
Escritório: Osasco – SP
(11) 3424-0666 / 99911 4671
Email: contato@advbr.com.br

http://advogadosdireitoimobiliariosp.com/

 

Palavras chaves.

advogado imobiliário em On line

advogado imobiliário On line

advogado especialista em direito imobiliário

advocacia imobiliária On line

Advocacia imobiliária em On line

advogados imobiliários

advogados imobiliários em On line

advogados especialistas em direito imobiliário em On line

advogado imóvel

advogado imóveis

advogado especializado em imóveis

advogado imóvel em On line

advogado imóveis em On line

advogado especializado em imóveis em On line

Advogados Usucapiao

Advogado construtora

Advogado atraso na obra

Advogados direito imobiliário

Advogados imobiliários imóveis

Advogado direito condominial

Advogado condomínio

Advogado especialista em condomínio

Advogados condomínio

Advocacia condomínio

Advogados Direito condominial

Advogados imobiliários imóveis On line

Advogado direito condominial On line

Advogado condomínio On line

Advogado especialista em condomínio On line

Advogados condomínio On line

Advocacia condomínio On line

Advogados Direito condominial On line

 

 

 

 

21 Comentário

  1. Olá,
    Estou negociando a compra de um imóvel novo que ficará pronto em Setembro e vou dar um sinal de entrada e financiar o saldo.
    Para a assinatura do contrato de compra e venda (antes de dar a entrada/sinal) devo pedir as certidões negativas de distribuição justiça federal/estadual/do trabalho do vendedor e quais mais ?
    Grata, Andréa.

  2. Bom Dia!
    Vendi um Imóvel na Praia Grande em 1997, porém o imóvel não foi totalmente quitado, não passamos a escritura, entramos na Justiça, porem a compradora entrou com atestado de pobreza, e o processo foi arquivado.Ocorre que no contrato ela comprometeu-se e responsabilizou-se a pagar todos os impostos, simplesmente não pagou e o IPTU esta em nome do meu marido no valor que dá quase metade do valor da casa.Sem nossa autorização e assinatura de meu marido ela foi até a prefeitura e fez um parcelamento de 10anos.
    Gostaria de saber como faço para passar a escritura para ela, e somente ela ser a responsável por esta dívida.
    Como devo proceder, será melhor contratar advogado, pois quero tirar de vez este problema de meu caminho.
    Grata
    Janete Manzolini

  3. maria disse:

    Prezados,

    Meu marido adquiriu um imóvel em maio de 1990. Depois de pagar as intermediárias, em maio de 1992, ele assinou o contrato de financiamento com banco privado de 180 meses. Após dois anos, a prestaçao ficou quase maior que o salário. Ele entrou na Justiça e acabou ganhando equivalência salarial. O prazo terminou,mas ele continua pagando na Justiça.Ele esteve no Banco e foi informado que o saldo devedor é valor exorbirtante . Que devo fazer/

  4. Rosana Arioza disse:

    Comprei um imóvel em construção em Agosto de 2012. Além de atrasar um ano na entrega o imóvel tem vários problemas. Acabamento mal-feito, vazamentos, paredes irregulares, problema na parte elétrica entre outros mais.
    O construtor prometeu fazer os acertos, mas já faz mais de um mês que estou no imóvel e ele ainda não terminou.
    Finalizando recebi hj uma cobrança da SEMASA (Serviço de água e esgoto de Santo André) onde terei que pagar uma taxa de R$ 405,78 da instalação de água e R$ 1275,30 da instação da rede de esgoto. Gostaria de saber se essas taxas são de minha responsabilidade ou do construtor?

    Rosana Arioza
    (11) 99378-4903

  5. Thalita Kezzi disse:

    Olá, comprei um apartamento em 2011 com a JNK Empreendimentos, dei R$ 20.000,00 de entrada e no meu contrato vi somente há poucos meses atras que dei apenas R$15.220,00 de entrada e os outros R$4.780,00 entraram como corretagem à vendedora, preciso urgente saber quem teria que pagar a corretagem aos vendedores? No caso seria eu ou a Jnk? E esse valor como eu consigo restituir no caso se eles é quem deveriam pagar ao vendedor? Me respondam urgente, estou precisando mto resolver esse problema. Obrigada!

  6. marilene disse:

    ola boa tarde comprei um imovel na planta em janeiro 2014 paguei a entrada mais algumas taxas e o restante fiquei de financia pela caixa em setembro na entrega da chave gostaria de saber e correto eu começar a pagar condominio de um apartamento que ainda e uma promessa de compra e venda?obg se poder me responder

  7. Boa tarde, comprei uma casa pela imobiliaria no valor de 20mil, sendo que o vendedor não me forneceu a escritura e nem o comprovante de compra e venda, dentro de um mês descobrimos que a casa já tinha dono , e o que eu tenho em mãos hoje é só o comprovante de deposito no valor de 19mil. Ainda posso recorrer a esta causa?

  8. BOA TARDE, MORO EM UM CONDOMÍNIO QUE TEM MUITO BARULHO (ACIMA DO NORMAL) DIA E NOITE ATÉ PROPOSITAL O QUAL A SÍNDICA É BEM REMUNERADA E É ISENTA DO CONDOMÍNIO E FAZ VISTA GROSSA, NÃO MULTA NINGUÉM PORQUE DEPENDE DO SALÁRIO E É SEMPRE REELEITA, FIZ VÁRIAS RECLAMAÇÕES,FILMAGENS E NADA É FEITO, QUE POSSO FAZER? OBRIGADO, ANTONIO

  9. Eduardo disse:

    Bom dia!

    Comprei o Apartamento pronta entrega pela construtora MRV ,em 2013 sendo que veio cobrando taxas administrativa , taxas de cartório e demais taxas, inclusive peguei a chave do meu imóvel em agosto 2013 a empresa Administradora de condomínio me cobrou 7 parcelas de taxa de condomínio na época sem ter a certeza que eu ia comprar aguardando aprovação pelo banco segundo ela dizendo que a MRV passou pelo meu nome e isso não estava descrito no meu contrato o acordo foi falado que aparte do momento que eu receber a chave do imóvel passa a ser a minha responsabilidade a pagar a taxa enfim. Paguei a taxa que não estava morando e não tinha recebido a chave, pela lei quais os direitos devo entrar com ação indenizada e danos morais contra a construtora MRV pelas taxas que foram cobradas se isso esta dentro do regimento na lei ou eu tenho direitos a entrar com ação principalmente essas duas taxas cobradas e mais a taxa de condomínio indevida.

    Grato Atenciosamente.

  10. Eliane disse:

    boa tarde!

    Meu marido participava de uma sociedade e fez o contrato de locação em seu nome, depois após pedido da imobiliária enviou os dados para aditivo do contrato para o nome da sociedade, porém não foi documentado e não foi feito.

    Na alteração contratual tem a seguinte cláusula:

    “O sócio cedente desiste de eventuais ativos na empresa em favor da sócia Priscila e do sócio Alex Raimundo e da própria sociedade. quanto a passivo existente é de responsabilidade da sócia Priscila e do sócio Alex Raimundo.”

    Na alteração consta o endereço do imóvel locado.

    agora os atuais sócios deixaram débitos junto a imobiliária e estão cobrando do meu marido, sendo que ele não é mais dono do negocio.

    Como proceder?

  11. marco antonio disse:

    Bom dia comprei apartamento na planta dias anuais as parcelas mais nos deparamos juros do inccc aí sobro valor da obra 32400 nas chaves deu 64500 aí minha esposa teve um resultado de câncer de mama maligno tem carta de quitação de posivel financiamento mais como não entramos em ainda não sei se depois de financiar quita com essa carta mais tem outro problema a dívida com a construtora do juros seria quitada ou pelo menos diminuiria algum valor da construtora.

  12. Luiz Gustavo disse:

    Boa tarde;
    Gostaria de tirar algumas dúvidas.
    Comprei um imovel a cerca de 1 ano emial, durante o periodo de obras.
    Paguei por um valor, e quando saiu o meu financiamento tive que pagar mais 30 mil pela valorização do imovel.
    Acontece que agora a construtora esta vendendo o mesmo tipo de apartamento abaixo do valor do meu, o valor abaixo de um ano e meio atraz quando fui comprar.
    Isso é legal? ou eu posso entrar com alguma ação?
    Outro ponto é que eu paguei a taxa de corretagem, na compra, porem eles me deram um boleto como se fosse taxa administrativa.
    Posso reaver este valor?

    Att,
    Luiz Gustavo

  13. socorro disse:

    boa tarde,comprei um terreno so com papel de compra e venda e quem mim vendeu so tem o compra e venda também;o terreno esta no nome da empresa ainda como proceder e quanto vai mim custar o terreno tem 7,5 por 30,metros faz 10 anos.foi em 28/02/2005 o advogado mim pediu 3 mil para mim entregar o recibo como devo proceder?

  14. Debora disse:

    Bom dia. Aluguei um imóvel em Santos e o contrato estipula 3 meses de deposito, o contrato são de 30 meses o qual os três meses sera abatido no 28°, 29° 30° mes de aluguel. Porem tem uma clausula que afirma que após 12 meses de locação fico isenta a multa rescisória. Devido a problemas financeiros quero alugar um outro apartamento mais barato so que o proprietário da imobiliária disse que eu posso ate sair do imóvel , mas não sera devolvido os três meses de deposito nem poderei ficar tres meses sem pagar o aluguel utilizando este deposito. Ele pode ficar com os tres meses como multa? ainda que tenha uma clausula que afirma que apos 12 meses nao pagarei multa rescisória?